Carlesse diz que a partir de agora empréstimos serão amplamente debatidos

Em mais uma visita à região do Bico do Papagaio no fim de semana, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Mauro Carlesse (PHS), disse que a participação de todos – sobretudo dos prefeitos – é o principal legado das discussões sobre o pedido de empréstimo no valor de R$ 453 milhões, pleiteado pelo Governo à Caixa Econômica Federal. A matéria foi aprovada pelo plenário desta Casa de Leis na última quarta-feira, dia 13.

Para Carlesse, as discussões entre parlamentares, Governo e prefeitos em torno do empréstimo foram um “divisor de águas” na história do Legislativo estadual. “Antes, os pedidos de empréstimo chegavam à Casa e, às vezes, eram aprovados no mesmo dia. Acredito que, a partir de agora, isso vai mudar. Daqui para frente, eles serão amplamente debatidos, no sentido de contemplar todos os municípios, não apenas os mais ricos, já que a conta é paga por todos”, destacou.

Agradecimentos

Na viagem ao Bico, Carlesse visitou os municípios de Piraquê, Wanderlândia, Palmeiras do Tocantins, Darcinópolis, Nazaré, Santa Terezinha, Aguiarnópolis e Tocantinópolis. Em todos eles, reuniu-se com prefeitos, vereadores e líderes políticos locais, que destacaram o papel municipalista da Assembleia nas discussões e votação sobre o pedido de empréstimo.

Prefeito de Tocantinópolis, Paulinho do Bonifácio (PSD) lembrou a coragem de Carlesse e de outros deputados por suportarem o que chamou de “pressão pelos recursos” do empréstimo. Já sua colega, Professora Itelma, de Santa Terezinha, agradeceu ao parlamentar e aos demais deputados “a repartição do pão”.

Os dois gestores municipais referem-se à divisão, entre todos os municípios, da verba oriunda do empréstimo. Pelo texto aprovado, cada uma das 139 cidades terá, no mínimo, R$ 1,02 milhão. Isso foi possível porque a Presidência do Legislativo destinou aos municípios R$ 50 milhões que seriam investidos na construção de um anexo da Casa. O restante, R$ 91 milhões, foi conseguido pelos deputados, após negociação com o Executivo.

Empréstimos

Este ano a Assembleia já autorizou o Governo a contratar um total de R$ 729 milhões junto a instituições bancárias. Desse total, R$ 146 milhões foram solicitados ao Banco do Brasil, e R$ 583 milhões junto à Caixa, sendo R$ 453 milhões para obras em todos os municípios e R$ 130 milhões para a construção da ponte sobre o rio Tocantins, em Porto Nacional.

Artigos Relacionados